ECONOMIA CIRCULAR

Circular Economy Illustration

Economia Circular

Economia Circular – Conceito vem de uma fundação inglesa (Ellen Macarthur – https://www.ellenmacarthurfoundation.org/).

Como surge esse conceito: alguns recursos que podem ser vistos na tabela periódica estão acabando (não entrarei no mérito, “quais recursos” e “qual” a projeção em anos para que eles acabem, porém existem estudos interessantes sobre isso).

O jeito mais simples de explicar a economia circular é em oposição à economia linear que conhecemos e praticamos, baseada no processo de extrair – produzir – descartar”. Nesse sistema linear de produção, o crescimento econômico depende do consumo de recursos finitos. Isso traz o risco iminente de esgotamento de matérias-primas e custos cada vez mais elevados em sua extração. Já na outra ponta, gera-se um volume sem precedentes de resíduos inutilizados e potencialmente tóxicos para os seres humanos e os ecossistemas que contaminam.” (IDEIA CIRCULAR, 2015)

Em oposição a esse sistema, o conceito de economia circular propõe que o valor dos recursos que extraímos e produzimos seja mantido em circulação através de cadeias produtivas intencionais e integradas. O destino final de um material deixa de ser uma questão de gerenciamento de resíduos, mas parte do processo de design de produtos e sistemas. A ideia é eliminar o próprio conceito de lixo: enxergar cada material dentro de um fluxo cíclico, possibilitando a trajetória dele” do berço ao berço – de produto a produto, preservando e transmitindo seu valor. Dessa forma, o crescimento econômico se dissocia do consumo crescente de novos recursos, possibilitando o aproveitamento inteligente dos recursos que já se encontram em uso no processo produtivo.” (IDEIA CIRCULAR, 2015)

http://www.ideiacircular.com/single-post/2015/08/02/O-que-%C3%A9-a-Economia-Circular

Abaixo alguns pontos importantes que devemos nos atentar:

Redução de custo precisa de escala, etapa por etapa, olhar sistêmico, necessita de visualização da cadeia como um todo, essa escala anda lado a lado com o aumento da maturidade das organizações.

Taxa de reciclagem é muito baixa – média 3 a 5% dos recursos são reciclados no mundo. O que devemos fazer pra reciclar mais? Conscientização, novas tecnologias, novos empreendimentos, novas ideias?

Necessidade por mais recurso está cada vez maior. Existe um uso deliberado dos recursos, tanto por parte das empresas (grandes estoques, vendas em grande escala, não se tem uma lógica circular que pense na real utilidade dos produtos e também no seu descarte e reúso dos materiais) quanto por parte dos consumidores (muitas vezes compramos produtos que ficam parados, sem uso algum, ou seja, a quantidade que adquirirmos de recurso é muito grande e o uso não é efetivo.).

Qual a saída?

Ser mais inteligente, olhar para o todo, ser sistêmico para economizar no uso de recursos.

Qual a solução que o engenheiro de produção dará para este desafio? Ou até mesmo, qual a solução que você dará para este desafio?

Quais atividades econômicas, sociais, ambientais gerarão impacto positivo para o planeta?

A empresa deve identificar o meio em que está entregando o valor e não o fim, como é o processo produtivo? Qual a contribuição? Qual a qualidade integral do processo produtivo?

Não pense somente a eficiência do processo, abra a visão e veja o todo… Olhe o sistema… De onde vêm os materiais, pra onde vai, quem consome?

Quais são os objetivos globais para a sustentabilidade de maneira global para os próximos anos:

1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;

2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição;

3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos;

4. Garantir educação inclusiva, equitativa e de qualidade;

5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas;

6. Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água;

7. Garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável;

8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável;

9. Construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva;

10. Reduzir a desigualdade entre os países e dentro deles;

11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes;

12. Assegurar padrões de consumo e produção sustentável;

13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima;

14. Conservar e promover o uso sustentável dos oceanos;

15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável as florestas;

16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável;

17. Fortalecer os mecanismos de implementação e revitalizar a parcela global;

https://www.linkedin.com/pulse/os-novos-objetivos-globais-para-sustentabilidade-uma-morsch-msc/

Pensar de maneira sustentável faz bem para o bolso das empresas, e isso deve ser colocado em números, deve ser palpável para abrir os olhos dos empresários.

Novos modelos de negócio

Inovação é essencial para melhorar o formato com que estou oferecendo meu valor, atua no modelo de negócio da organização. Servitização (pacotes de serviços implementados aos produtos, ex.: em vez de vender lâmpadas, vender um serviço de iluminação: http://www.lighting.philips.com.br/servicos), novos modelos de negócio estão engolindo modelos tradicionais e antigos.

Porque preciso ter carro, se existem serviços eficientes de transporte urbano? (Ex.: UBER).

O mundo antes e depois (alguns exemplos):

Elemento – Ecossistema

Consumidor – Usuário

Produto – Soluções

Fornecedores – Parceiros

Redução de custo – Geração de valor

Linear – Circular

Interessante

The Circular Design Guide – “Nós alinhamos uma série de atividades para ajudá-lo a entender, definir, criar e divulgar inovações circulares. Mergulhe em qualquer lugar que faça sentido para você e sua equipe.” (https://www.circulardesignguide.com/)

Case interessante para ser estudado (http://www.lojasrenner.com.br/responsabilidade-social – RENNER). Referente a reutilização de material na confecção de roupas.

Que a produção não seja somente processos produtivos mas sim o todo… o sistema… a cadeia… pensar não somente no alinhamento do processo produtivo mas sim no alinhamento da sistemática que envolve toda humanidade.

Resumo Palestra SIMPEP 2017 – Economia Circular – Prof. Dr. Aldo Roberto Osmetto (EESC – USP).

http://www.simpep.feb.unesp.br/programacao.php

Att.

Vinícius Ferreira

Fonte da imagem: Google Imagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s