GERENCIAMENTO DE PROJETOS

1112121

Projeto é formado por um esforço não permanente, ou seja, temporário, para a criação de um produto ou serviço (Valle, Soares, Finocchio, Silva, 2010).

Atualmente a boa gestão e o bom desenvolvimento de novos produtos, tornam-se cada vez mais uma exigência do mercado, a fim de atender os três pilares do gerenciamento de projetos: escopo, tempo e custo.

A solidez de um bom desenvolvimento de escopo, onde se define o que realmente será realizado, tanto no âmbito de projeto (o que deve ser feito para a entrega do produto) quando no âmbito do produto (o que será entregue, atributos, características), é essencial para a garantia do desenvolvimento das atividades subsequentes do projeto.

De acordo com PMBOK ® Guide (2013), escopo do projeto é “O trabalho que precisa ser realizado para entregar um produto, serviço ou resultado com as características e funções especificadas”. Escopo do produto “… o que vai ser entregue, podendo ser um sistema, subsistemas e componentes. As especificações e os requisitos delimitam o escopo do produto”.

Os clientes estão cada vez mais intolerantes com relação aos prazos para entrega dos produtos ou serviços adquiridos, e muitas vezes são estabelecidas multas contratuais a fim de que os riscos sejam repassados formalmente de maneira integral aos fornecedores.

Na gestão de tempo com relação ao PMBOK ® Guide (2013), incluem-se os seguintes processos:

  • Planejar o Gerenciamento do Cronograma;

  • Definir as atividades;

  • Sequenciar as atividades;

  • Estimar os recursos das atividades;

  • Estimar a duração das atividades;

  • Desenvolver o cronograma;

  • Controlar o Cronograma.

Além dos termos citados acima (escopo e tempo), é essencial que esteja atribuído ao projeto do produto, o Gerenciamento de Custos. Nos dias atuais, há uma necessidade incessante em controlarem-se os custos e na medida do possível reduzi-los, a fim de manter e garantir a estabilidade do negócio.

De acordo com o PMBOK ® Guide (2013), incluem-se no Gerenciamento de Custos os seguintes processos:

  • Planejar o Gerenciamento dos Custos;

  • Estimar os Custos;

  • Determinar o Orçamento;

  • Controlar os Custos.

Outras áreas importantes que incluem-se ao Gerenciamento de Projetos de uma maneira global são:

  • Gerenciamento da Qualidade;

  • Gerenciamento do RH;

  • Gerenciamento das Aquisições;

  • Gerenciamento da Integração;

  • Gerenciamento do Risco;

  • Gerenciamento da Comunicação;

  • Gerenciamento de Stakeholders.

De acordo com o PMBOK ® Guide (2013), a organização do gerenciamento de projetos é dividida em:

  • Processos de Iniciação;

  • Processos de Planejamento;

  • Processos de Execução;

  • Processos de Monitoramento e Controle;

  • Processos de Encerramento.

Alguns termos importantes existentes nesse mundo:

PMBOK: Guia do Gerenciamento de Projetos (Project Management Body of Knowledge);

PMI: Instituto de Gerenciamento de Projetos (Project Management Institute);

PMP: Gerente de Projetos Profissional (Project Management Professional)

PMO: Escritório de Gerenciamento de Projetos (Project Management Office).

Tecnicamente, o responsável pelo projeto é o Gerente de Projetos, profissional com capacidade de gerir todas as informações e esquipe, a fim de mitigar o máximo de vulnerabilidades existentes no desenvolvimento do projeto de um determinado produto ou serviço. A maturidade das organizações que determinarão o nível de competência de tal, a fim de obter sucesso pleno nas atividades a serem realizadas e entregues aos clientes.

Vinícius Ferreira

Fonte da imagem: Google Imagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s